notícias

Fique pode dentro das últimas notícias da deputada

Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Alep comenta caso de feminicídio no DF

Assessoria de Imprensa - 27/08/2019 - 12h25min

Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, da Assembleia Legislativa do Paraná, Deputada Estadual Cantora Mara Lima, se solidariza pela família da advogada do DF vítima de feminicídio.

A funcionária do Ministério da Educação (ME), Letícia Sousa, de 26 anos, não era vista desde sexta-feira (23), foi morta, estrangulada por negar relação sexual com o assassino, Marinério dos Santos Olinto.

“Mesmo com rigor severo da Justiça, o feminicídio avança no país como se as pessoas que o praticam não tivessem medo da punição. Assistimos, diariamente, nos telejornais e ouvimos nas rádios, o aumento da violência contra a mulher, indiferente às ações policiais para frear este covarde ímpeto. No Paraná, o Governo do Estado, vem reforçando a orientação para que as vítimas de abuso denunciem e busquem medidas protetivas”, reforça a parlamentar.

O feminicídio é o último estágio de uma violência que progride com o passar do tempo. A maioria dos casos mostra que existiu um caminho longo até resultar no ato final, que é o assassinato, ou a tentativa de matar a mulher.

Dados da Secretaria de Segurança Pública do Paraná mostram que no primeiro semestre deste ano foram registrados, em todo o Estado, 38 feminicídios.

“Precisamos de políticas públicas de prevenção a violência contra a mulher, estou preparando um Projeto de Lei que venha auxiliar na prevenção desse tipo de violência, que em breve protocolarei na Assembleia Legislativa do Paraná”, finaliza a presidente da Comissão.